Sabes quem é?


Sabes quem foi Marquês de Pombal?



Sabes quem foi Marquês de Pombal?
Data : 26 Novembro, 2018

O seu nome é Sebastião José de Carvalho e Melo, mas o nome pelo qual o conhecemos é Marquês de Pombal (título atribuído pelo Rei D. José I no ano de 1770).

Nasceu em Lisboa em 1699 e faleceu em Pombal a 1782, tendo sido um importante político dos séc. XVIII.

Depois de concluir o seu curso de Direito foi nomeado, em 1738, embaixador de Londres e 5 anos mais tarde embaixador de Viena, cargo esse que ocupou até ao ano 1748. O talento do embaixador foi desde cedo notório tendo o Rei D. José I nomeado o mesmo como Secretário de Estado para Assuntos Exteriores.

Sebastião José de Carvalho e Melo ficou diretamente ligado à forma como Lisboa foi reconstruída depois do devastador terramoto de 1755, pela estratégia que definiu na nova arquitetura e desenho da cidade com a ajuda de grupos de engenheiros e arquitetos, preparando-a para novas “investidas naturais”.

Nesse mesmo ano em que sucedeu o terramoto, Sebastião José de Carvalho e Melo foi nomeado Ministro Principal, tamanho havia sido o seu contributo no “renascer das cinzas da cidade” usufruindo de um poder quase absoluto, o que o motivou a desenvolver um programa político com os princípios do iluminismo, sendo responsável por medidas de crucial importância: foi o principal responsável pela abolição da escravidão existente em Portugal, reestruturou a educação do país, conseguiu melhores relações com Espanha, implantou um novo código penal, fortaleceu a marinha portuguesa, reorganizou o exército, e tomou medidas que revolucionaram a agricultura e o comércio (nem sempre bem aceites pela população – gerando alguma polémica à época).

Outra das suas grandes façanhas (desconhecida por muita gente) foi a sua intervenção na Região do Douro, estando diretamente ligado ao crescimento e expansão Vinho do Porto ao estabelecer os limites geográficos das vinhas do vinho do Porto, classificando-as de acordo com a sua qualidade e estabelecendo normas para a produção do vinho, o Marquês de Pombal foi um precursor visionário do moderno conceito de DOC (Denominação de Origem Controlada). Estas medidas pioneiras lançaram as bases para a legislação de hoje que é uma das mais sofisticadas de qualquer das clássicas regiões vitivinícolas mundiais.

Em 1777, quando o Rei D. José I morreu, o seu poder acabou tendo sido culpado por abuso de poder (muitas das suas medidas nem sempre agradaram a toda a gente, nomeadamente a da expulsão dos Jesuítas, em 1759, fazendo com que Portugal fosse o primeiro país a fazê-lo). Foi então expulso da corte, indo morar para uma sua propriedade rural, onde em 1782 acabou por falecer.




Partilhar

Ligue-nos agora sem compromisso
Segunda a sexta das 8h30 - 18h