Sabes quem é?


Sabes quem foi Nelson Mandela?



Sabes quem foi Nelson Mandela?
Data : 3 Dezembro, 2018

“Sonho com o dia em que todas as pessoas se levantarão e compreenderão que foram feitas para viverem como irmãos.”

Nascido numa família da nobreza tribal, Nelson Mandela era um dos 13 filhos de Nkosi Mandela, um influente chefe do povo Thembu, do clã dos Madiba. Órfão de pai ao 9 anos, Mandela foi enviado para a vila capital da região, onde passou a frequentar a escola até se mudar para Porto Elizabeth, onde ingressou na faculdade de Direito.

Logo no primeiro ano do curso, começou a sua luta contra o regime do apartheid, regime que segregava os negros, a quem não era reconhecida a maioria dos direitos políticos, económicos ou sociais. Acabou por liderar um movimento estudantil que militava contra a políticas segregacionistas, tendo sido expulso da universidade, facto que o levou a transferir-se para a Universidade da África do Sul (UNISA), em Johanesburgo, onde terminou o curso de Direito por correspondência.

Aos 24 anos uniu-se ao Congresso Nacional Africano (CNA), para em 1944 fundar, com Walter Sisulu e Oliver Tambo a Liga Jovem do CNA onde, após alguns anos, iniciara um longo caminho de luta que levaria à aprovação, no Congresso do Povo em 1955, da Carta da Liberdade, documento guia do programa político fundamental para a causa anti-apartheid.

O massacre de Sharpeville, em Março de 1960 – onde a polícia abriu fogo direto sobre manifestantes negros matando 69 pessoas e ferindo 180 – marcou a viragem da ação política por meios não violentos para a fase da luta armada. Em 1961, Mandela tornou-se comandante do braço armado do CNA (“Lança da Nação” ou MK), promovendo uma campanha de sabotagem contra alvos militares e governamentais. Durante cerca de um ano recebeu treino militar em Marrocos e na Etiópia até, de regresso à África do Sul, ter sido condenado a 5 anos de cadeia, já em agosto de 1962, dos quais fugiu até ser preso e condenado a prisão perpétua por sabotagem e conspiração, em 1964 .

Durante 27 anos viveu encarcerado na minúscula e lendária cela 46664, tornando-se um símbolo universal da luta contra o apartheid. Por diversas vezes, na década de 70, e na sequência da campanha internacional “Libertem Nelson Mandela”, recusou uma revisão da sua pena e, em 1985, não aceitou a liberdade condicional por entender que esta poderia incentivar a luta armada.

Mandela continuou a ser o preso 46664, até que a campanha do CNA e a pressão internacional conseguiram a sua libertação em 11 de fevereiro de 1990, aos 72 anos, por ordem do presidente Frederik Willem de Klerk, com quem viria a dividir o Prémio Nobel da Paz em 1993.

Em Julho de 1991 Mandela foi eleito presidente do CNA, tornando-se, em Maio de 1994, o primeiro Presidente negro da África do Sul. Durante a sua presidência, até Junho de 1999, Nelson Mandela liderou a transição do regime de minoria, consolidando o respeito internacional pela sua luta em prol da reconciliação interna e externa.

Terminado o seu mandato presidencial, aos 81 anos, o grande líder sul-africano voltou a sua luta para as causas sociais e dos direitos humanos, das quais se destacam, entre outras, a campanha de recolha de fundos contra o HIV chamada “46664”, em memória do seu número de cela enquanto prisioneiro político.

Distinguido com as mais altas condecorações, Mandela recebeu, entre muitas outras, a Ordem de St. John, da Rainha Isabel II, a medalha da Liberdade, de Georeg W.Bush, o Bharat Ratna, a mais alta distinção da Índia, e a Ordem do Canadá.

Em Junho de 2004, aos 85 anos, Mandela anunciou a sua retirada da vida política, continuando a ser uma referência nao panorama internacional, e um verdadeiro ídolo no seu país – exemplo deste respeito mundial foi a instituição, a partir de 2010, e através de imposição da ONU, do dia 18 de Julho de cada ano ser comemorado como o Dia Internacional Nelson Mandela (dia do seu nascimento), como forma de valorizar em todo o mundo a luta pela liberdade, pela justiça e pela democracia.

Viria a falecer a 5 de Dezembro de 2013, depois de registar graves problemas pulmonares e de diversos internamentos hospitalares.




Partilhar

Ligue-nos agora sem compromisso
Segunda a sexta das 8h30 - 18h