Sabes quem é?


Sabes quem foi Stephen Hawting



Sabes quem foi Stephen Hawting
Data : 7 Fevereiro, 2019

Stephen William Hawking, nasceu a 8 de janeiro de 1942 em Oxford, na Inglaterra. Dedicou a sua vida à física e à ciência, tornando-se num dos mais consagrados cientistas de todos os tempos. Começou a sua vida profissional sendo professor de matemática na Universidade de Cambridge.
No seu percurso académico foi um bom aluno, mas não excepcional. A Física nem sempre foi a sua primeira opção, porque primeiro o seu interesse era estudar matemática. Porém, em 1959, foi estudar física para a Universidade College, em Oxford contra a vontade do seu pai que queria que ele se formasse em medicina.
Em 1962, ficou “formado” e optou por tirar o doutoramento na Trinity Hal, em Cambridge. Durante essa época, foi diagnosticado com a doença degenerativa ELA (esclerose lateral amiotrófica), doença essa que não tem cura e com a sua evolução deixou-o completamente paralisado.
Conhecido como um grande investigador, o físico investia grande parte da sua pesquisa nos campos da cosmologia teórica e gravidade quântica, descobrindo e apresentado grandes teorias importantes: provou o seu primeiro teorema de singularidade em 1971, sugeriu que após o Big Bang foram formados mini buracos negros e em 1974 calculou que esses buracos negros deveriam criar ou emitir partículas subatómicas.
Em 1985, Hawking por causa de uma pneumonia teve que passar por uma traqueostomia e começou a comunicar por um sintetizador de voz. Depois deste difícil período, e já no ano seguinte, o Papa João Paulo II nomeou-o membro da Pontifícia Academia das Ciências e em 1979 entrou para o departamento de Matemática Aplicada e Física Teórica de Cambridge onde esteve até 2009.
Quanto à sua vida pessoal foi casado por duas vezes, a primeira em 1965 com Jane Wilde e a segunda com a sua enfermeira Elaine Mason, em 1995.
Hawking também deixou a sua marca no mundo do entretenimento: participou num episódio da série Star Trek- A Nova Geração, na gravação do disco dos Pink Floyd – The Division Bell e em séries como os Os Simpsons, Futurama, O Laboratório de Dexter, Os Padrinhos Mágicos, no desenho Dilbert e em Superhero Movie.
Foi também autor de obras literárias como “Uma Breve História do tempo”, em 1988, “Buracos Negros, Universos Bebes e Outros Ensaios”, em 1993 e “O Universo numa Casca de Noz”, em 2001.
Acabou por falecer a 14 de março de 2018 devido a sua doença que o acompanhava desde os 21 anos.




Partilhar

Ligue-nos agora sem compromisso
Segunda a sexta das 8h30 - 18h